domingo, 14 de outubro de 2018

Para refletir...(12-15/10/18) - Uma Missão Extraordinária

"Quando a multidão ficou sabendo disso, seguiu-o até lá. Ele os recebeu bem, falou-lhes a respeito do reino de Deus e curou os que precisavam de cura" (Lucas 9:11).

Ana confidenciava a uma irmã da igreja: "Eu penso que o nosso mundo é muito agitado. Não aguento o pessoal do trabalho, nem os colegas da faculdade onde estudo e nem os vizinhos que encontro quando saio de casa. Minha vontade é me mudar para uma montanha e viver sozinha por lá". A irmã falou em seguida: "O nosso querido Senhor e Salvador Jesus Cristo também ficava cansado, caminhava sempre por longas distâncias e era assediado por grandes multidões. Porém, sempre atendia a todos com amor, com um sorriso nos lábios, com um desejo ardente de ver todos felizes. Eu também me canso, às vezes, mas ao lembrar do Senhor, sinto-me renovada e procuro testificar do quanto sou abençoada por Deus."

Temos compreendido que a nossa missão, no mundo, é anunciar, tanto com nossas palavras como com nosso exemplo, a bênção de ter Jesus no coração? Temos feito isso com alegria e gratidão a Deus por ter enviado Jesus para nos salvar e nos dar a vida eterna? Temos nos sentido privilegiados por sermos escolhidos para esse trabalho extraordinário?

Podemos nos sentir cansados, frustrados, decepcionados e até angustiados com os enganos do mundo, mas não podemos deixar de reconhecer que tudo isso é passageiro e não impede que glorifiquemos ao Senhor por ter escrito nossos nomes no Livro dos Céus e ter ido preparar uma casa para vivermos a seu lado para sempre. Quando entendemos isso, o cansaço desaparece, as frustrações deixam de ser importantes, as angústias se transformam em momentos de regozijo e felicidade.

Você ainda deseja fugir do mundo ou louva a Deus pela oportunidade de ser, aqui, uma bênção em Suas mãos?

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 22 anos de bênçãos

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Para refletir...(09/10/18) - Quais Os Nossos Interesses?

"buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" (Mateus 6:33).

Quando estava nos Estados Unidos, visitei uma igreja e ouvi o pregador dizer: "Eu estive em um culto e, para brincar com os membros locais, pedi para abrirem a Bíblia no Evangelho de Bartolomeu. Aguardei um pouco e perguntei, "Todos já acharam?" E vi que muitos continuavam folheando para a frente e para trás, tentando encontrar um livro que não existe. Fiquei triste ao ver como os membros da igreja continuam deixando a Palavra de Deus de lado."

Quais são nossas prioridades espirituais? O que domina nossos interesses no dia-a-dia? Continuamos perdendo tempo lendo "fatos ou fakes" em nossos celulares? Continuamos gastando tempo importante em coisas que não edificam? As redes são muito importantes quando deixamos que a sabedoria de Deus nos motive.

Muitos cristão modificaram seus hábitos, trocando Deus pelo facebook, pelo whatsapp, pelo youtube e assim por diante. Não sou contra os que usam essas ferramentas, mas, há tempo para tudo e, com toda certeza, o Senhor Jesus deve vir em primeiro lugar. Quando temos o conhecimento das coisas de Deus, podemos "navegar" por todos esses rios e mares digitais que não seremos confundidos ou enganados. Quando deixamos o que é espiritual de lado, acabamos perdidos e sem saber como voltar ao porto de nossas bênçãos.

Precisamos buscar a direção do nosso Salvador para que, em todas as situações, sejamos luz, sal da terra, testemunhas vivas do Senhor, para que outros, através de nosso exemplo, sejam também alcançados e abençoados por Deus.

Não devemos esquecer que todo o resto -- o que nos for útil -- será acrescentado.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 22 anos de bênçãos

Para refletir...(05-08/10/18) - Sorrir Ou Chorar? Ou Ambos?

"Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram" (Romanos 12:15).

Ao chegar na quadra de basquete, onde se reunia com amigos em um determinado dia da semana, Raul notou que a costumeira alegria de todos não estava presente. Perguntou a um dos amigos: "O que aconteceu? Parece que todos estão tristes". O amigo então respondeu: "O Leo foi despedido do emprego e todos nós estamos desempregados com ele".

Até que ponto nos preocupamos com o nosso irmão ou amigo? Até que ponto sofremos com seus sofrimentos? Se nos reunimos para comemorar a alegria de todos, não é de se esperar que façamos o mesmo em relação às suas aflições? Se Jesus chorou e sofreu com nossas angústias e sofrimentos, e está em nós, não devemos seguir Seu exemplo?

É muito fácil comemorar o aniversário de um amigo, sua graduação na universidade, sua conquista esportiva, sua felicidade no casamento. E quando não há festa de aniversário? E quando não há graduação e nem conquistas a comemorar? E quando o casamento é destruído por um motivo qualquer? O que fazemos? O que falamos? Qual o sentimento de nossos corações? Aproximamo-nos para comemorar e nos afastamos quando não há motivo para isso?

A Palavra nos ensina a nos alegrar com os que se alegram e a chorar com os que choram. Por que obedecemos apenas em parte?

Vamos amar aos nossos irmãos, participando de suas alegrias e também de suas tristezas. Sejamos bênçãos em suas vidas, em qualquer situação ou circunstância. Essa é a vontade de nosso Senhor Jesus Cristo.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 22 anos de bênçãos

Para refletir...(04/10/18) - Sei O Que Tenho De Melhor

"Finalmente, apareceu Jesus aos onze, quando estavam à mesa, e censurou-lhes a incredulidade e dureza de coração, porque não deram crédito aos que o tinham visto já ressuscitado. E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura" (Marcos 16:14, 15).

Quando nós buscamos descobrir o melhor em outros, nós, de alguma maneira, descobrimos o melhor em nós mesmos. (William Arthur Ward)

Muitas vezes procuramos reparar nos pontos fracos de nossos amigos. "Ele canta muito mal para estar no coral da igreja". "Ela, quando é chamada para divulgar os avisos da semana, fere nossos ouvidos com todos aqueles erros de Português". "O casal Oliveira ainda não percebeu que seus filhos são uma pedra no sapato de todos". E, assim por diante, continuamos listando os erros de todos. Provavelmente o Senhor diria de nós: "Eu morri na cruz por eles, para que fossem uma bênção no mundo e continuam envergonhando o Meu nome".

Quando o amor de Deus está presente em nossos corações, aprendemos a ver apenas os pontos positivos de nossos irmãos e amigos. O que não é bom neles, não comentamos, apenas oramos para que sejam edificados pela Palavra do Senhor e vivam de maneira a glorificar o Senhor em todas as palavras e atitudes. Todos temos defeitos e virtudes e ficamos felizes por sabermos que o Deus Todo Poderoso nos ama apesar de nossos defeitos.

Foi exatamente após censurar a incredulidade dos discípulos que os enviou a pregar o Evangelho. Eles tinham defeitos, mas tinham também uma virtude que levou o Senhor a confiar neles.

Eu sei o que tenho de melhor. Certamente você também sabe o que tem de melhor. Ambos sabemos que o melhor que temos é o Senhor Jesus em nossos corações.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 22 anos de bênçãos

quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Para refletir...(03/10/18) - Os Meus Ou Os Dos Outros?

"Não há de ficar em minha casa o que usa de fraude; o que profere mentiras não permanecerá ante os meus olhos" (Salmos 101:7).

A irmã conversava com o pastor, que a visitava, e falou, com um semblante de muita decepção: "Eu tenho me ausentado da igreja, pastor, porque testemunhei uma grande mentira de uma irmã. Como posso aceitar uma atitude como aquela, dentro da casa do Senhor?" O pastor, com tom pacificador, disse a ela: "Volte aos cultos, irmã. Eu vou conversar com ela sobre a importância de falarmos sempre a verdade, porque este é o ensino de nosso Senhor Jesus Cristo". A irmã ficou satisfeita e prometeu retornar à igreja. Seu filho pequeno, de 7 anos, que brincava por perto, após a saída do pastor, disse à mãe: "Mamãe, você disse que não aceita mentiras, mas me pediu, ontem, para dizer que não estava em casa quando a vizinha veio lhe procurar. Isso também não é mentira?"

Por que temos o costume de ver os erros dos outros e não os nossos? Por que o pecado é sempre do irmão? Por que a Bíblia traz ensinos apenas para nossos amigos e irmãos e não para nós? E esta lista não acabaria nunca.

Temos que entender que o Senhor fala para nós e sempre para nós. Não nos cabe ver ou consertar os erros dos outros e sim os nossos. Deus nos ama e quer que sejamos uma grande bênção em qualquer lugar onde estejamos. A transformação de um ambiente ou circunstância deve começar pela nossa própria transformação.

Se estou bem espiritualmente, tudo estará bem ao meu redor. Se minha vida brilha pela presença de Jesus, todas as trevas existentes por onde eu passar serão dissipadas. Se minhas palavras e minhas atitudes mostrarem a verdade de Cristo, as mentiras serão envergonhadas e logo fugirão.

Você procura consertar os erros dos outros ou os seus?

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 22 anos de bênçãos

Para refletir...(02/10/18) - De Ônibus, De Trem, De Avião...

"Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda" (João 15:16).

"Se você leva a sério a salvação dos perdidos", disse um irmão idoso a um jovem durante o tempo que esperavam o início do culto, "pode sair andando, tomar um ônibus, um trem, o metrô e até um avião e ir buscá-los. A única coisa que não pode fazer é ficar parado, esperando que outros façam o trabalho que Deus determinou que você fizesse."

Na vida cristã, há duas coisas em que devemos refletir: obedecer ou desobedecer a Cristo. Ele nos disse: "Eu vos enviei para que vades..." Em nenhum lugar da Palavra de Deus encontramos o versículo "não se preocupe, outros irão fazer o seu trabalho".

E não há alegria maior, nem satisfação mais agradável, que fazer a vontade de Deus. Ela nos anima, nos fortalece, transforma nossas angústias em momentos de verdadeira felicidade. Quando proclamamos a salvação em Cristo Jesus, muitos podem ser salvos, muitos são transformados, muitos encontram o Caminho e muitos são abençoados. Porém, não há ninguém que receba bênção maior que nós mesmos.

Quando deixamos de obedecer o mandamento do Senhor, muitos permanecem perdidos, muitos permanecem aflitos, muitos deixam de receber a bênção que o Senhor preparou para eles e, certamente, seremos nós os grandes derrotados.

Está na hora de assumirmos o papel de pregadores do Evangelho. O Senhor deseja isso, os perdidos precisam disso, nós teremos o coração cheios de júbilo se fizermos isso.

Você está proclamando a salvação do Senhor? Pretende começar a testemunhar das bênçãos recebidas?

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 22 anos de bênçãos

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Para refletir...(01/10/18) - Proteção Incomparável

"O SENHOR te guardará de todo mal; ele guardará a tua alma. O SENHOR guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre" (Salmos 121:7, 8).

"Certa ocasião, uma forte tempestade me alcançou quando eu estava em um lugar muito alto, sobre um rochedo.", dizia um evangelista. "Eu estava orando para que muitas vidas fossem salvas para o Senhor Jesus", concluiu ele. Alguém perguntou: "E você não ficou com medo, naquele momento?" "Não. Minhas pernas estavam tremendo, mas, meus pés estavam sobre a rocha e eu sabia que a rocha não tremia... estava firme. Por isso, eu me senti plenamente seguro."

Onde está colocada a nossa segurança? Em nossas pernas? Em nossa juventude? Em nosso diploma universitário? Em nossa competência profissional? Nada disso pode nos dar segurança. Podem, no máximo, nos dar algum tipo de prazer e satisfação.

Nossa segurança está nos cuidados e proteção do Senhor. Se Ele cuida de nós, estamos seguros. Se caminha ao nosso lado, estamos certos de que chegaremos aonde desejamos ir. Se o barco de nossa vida balança sob o ímpeto dos ventos e das tempestades, ao levantarmos nossas cabeças para o alto do monte, veremos o Senhor olhando para nós e isso nos deixará tranquilos e seguros. Ele é nossa Rocha! Todo o nosso corpo pode tremer, mas Ele não treme e está pronto a nos segurar se estivermos prestes a cair.

Se nos falta dinheiro, Ele está ali para suprir todas as nossas necessidades. Se nos sentimos sós, Ele está ali e podemos sentir uma multidão ao redor. Se as esperanças nos abandonam, Ele começa a lançar os montes de nossas angústias no mar e nos sentimos seguros e amparados. Ele é nossa fé, nossa força, nossa coragem, nosso Protetor, nosso Deus.

Você ainda tem medo? Coloque seus pés e toda a sua vida sobre a Rocha e a paz invadirá seu coração.

Paulo Barbosa
Um cego na Internet
Cel Oi: 31 98990-8757
Tel USA: 407 309-3311
paulobarbosa@ministeriopararefletir.com.br
www.ministeriopararefletir.com.br
Ministério Para Refletir - 22 anos de bênçãos

Seguidores